Português Italian English Spanish

De presídio, vereador suspeito de assalto toma posse por videoconferência

De presídio, vereador suspeito de assalto toma posse por videoconferência


De presídio, vereador suspeito de assalto toma posse por videoconferência

Fábio de Nego Chico, como é mais conhecido, está preso temporariamente desde 18 de dezembro. Ele foi eleito pelo PP em Marizópolis e assumiu cargo por videoconferência


Preso por suspeita de estar envolvido em um assalto, o vereador Fábio Júnior Alves de Andrade (PP), 37 anos, de Marizópolis, no Sertão da Paraíba, tomou posse do cargo nesta sexta-feira (1º/1) diretamente do presídio. Ele cumpre prisão temporária por suspeita de participar de um roubo no município de Sousa (PB). O cargo foi passado oficialmente ao vereador por videoconferência.
(crédito: TV Paraíba/reprodução)

 

Fábio de Nego Chico, como é mais conhecido, está preso desde o último dia 18/12. Segundo o portal ClickPB, o diretor da Colônia Penal Agrícola de Sousa, Charles Martins, informa que as investigações apontam para o papel de líder de uma quadrilha na região e que o vereador teria passagem pela polícia por tráfico de drogas e roubos.

O advogado do vereador, Abdon Lopes, disse ao G1 que não há evidências do envolvimento do cliente com o crime. Segundo o G1, a prisão foi pedida porque, segundo o delegado Glauber Fonte, Fábio teria auxiliado na fuga de três homens que se passaram por policiais cumprindo mandados de busca para subtrair dinheiro e cheques de um empresário. 

 

 Fábio Júnior Alves de Andrade
Fábio Júnior Alves de Andrade(foto: Reprodução/TSE)

 

Nas eleições municipais de 2020, Fábio Júnior foi eleito com 194 votos. O parlamentar preso participou da sessão em uma sala da unidade penitenciária, que é destinada para audiências feitas pela internet. Durante a cerimônia, ele ficou acompanhado de policiais penais do presídio e pelo advogado.

 

Tags

Pela Web